ParlamentoPB.com.br

10.01.2017 - 09:58:23 - Nacional

Em Roraima, membros do PCC foram de 50 a 1000 em trÍs anos
Relatório de inteligência do governo de Roraima produzido na semana passada afirma que o número de membros da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) cresceu 1.900% no Estado em apenas três anos, segundo informações da edição desta terça-feira do jornal Folha de S. Paulo.
 
O documento da Secretaria de Justiça e Cidadania é do dia 4 de janeiro, apenas dois dias antes da chacina que deixou 33 mortos na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, em Boa Vista. Segundo o governo, o massacre foi ordenado por membros do PCC. O Estado identificou oito presos como autores da ordem para a chacina e pediu a transferência deles para presídios de segurança máxima.
 
De acordo com relatório, a facção começou a agir em Roraima em 2013, a princípio com cinquenta  homens. O número saltou para 1000 em 2016, “trazendo à tona novas lideranças e uma nova reorganização da cadeia hierárquica do grupo criminoso”, segundo os documentos, restrito a autoridades do sistema de segurança pública do Estado.
 
Ao longo das cinco páginas, o setor de inteligência do governo afirma que “atualmente a quantidade de integrantes do PCC ultrapassa os 1.000 batizados, destes em torno de 150 e 200 encontram-se fora do sistema penitenciário”.
 
 
Veja



 

2009 - 2017 - parlamentopb.com.br - Todos os direitos reservados