Início Contato Editorial
ParlamentoPB







Luiz Couto comemora 40 anos de ordenação como padre

Brasília
20.12.2016 - 11:00:35
 
Luiz Couto comemora 40 anos de ordenação como padre
 
O deputado federal paraibano Luiz Couto (PT-PB) comemorou nesta segunda-feira seus 40 anos de ordenação sacerdotal. O parlamentar registrou a data em pronunciamento na Câmara dos Deputados, enfatizando seu orgulho em ser padre diocesano e ter atuado nas pastorais da juventude e nos movimentos populares desde a criação das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) da Igreja Católica, em 1966.
 
"Pregando o amor e a verdade, a paz e as boas novas que nos ensinou Jesus Cristo e caminhando abraçado ao manto sagrado de Nossa Senhora sigo em uma rota exaustiva, mas que me faz muito bem, falar do amor que há no evangelho", disse ele, que fez uma menção especia ao pai, Antônio Joaquim, humilde, agricultor e religioso que andava 9 km para ir as missas, nos domingos. Couto, seus irmãos e a mãe Eliza nunca deixaram de segui-lo nessa caminhada semanal. "Meu pai era analfabeto, mas tinha uma grande sabedoria dada por Deus. Mamãe com toda aquela fé e amor nos ensinou a caminhar com a fé, a esperança e o amor". 
 
Em sua trajetória religiosa, Luiz Couto rememorou que teve o privilégio de gerar também filhos espirituais. "Por meio do evangelho muitas pessoas foram restauradas, curadas e libertas e nesta dimensão percebi que houve vários questionadores, que perguntavam: quem somos, o que fazemos, o que pensamos, em quem acreditamos, como nos relacionamos com os outros, como expressamos nossos sentimentos, como tem sido nosso modo de viver, como reagimos diante dos sofrimentos e como nos portamos em frente as lutas que travamos? A resposta mais eficaz que descobri durante estes anos todos foi: A coisa mais decisiva da vida é amar o Senhor nosso Deus com todo nosso coração, com toda nossa alma, com toda a nossa mente e com todas as nossas forças. O segundo é amar semelhantemente o nosso próximo como a nos mesmos. Destes dois mandamentos depende toda a religião, a moral, e toda nossa existência. O amor não está no mesmo plano de outros deveres".
 
Em seu pronunciamento, o deputado enfatizou que amar é a única forma sadia de viver diante de Deus e diante das pessoas, seja na política ou na religião, na vida social ou no comportamento individual.
 
Mereceram destaque no discurso de Luiz Couto homens e mulheres que marcaram sua trajetória. Dom José Maria Pires, Dom Helder Câmara, Dom Tomas Balduíno, Dom Antônio Fragoso, Dom Luiz Gonzaga Fernandes, Dom Marcelo Pinto Carvalheira, Padre Rene Guerre, Irmã Ivone Gebara, Irmã Leticia, Irmã Agustinha, Irmã Estela, Anunciada, Jairo, Lurdes Carvalho.
 
Finalmente, o parlamentar citou que, apesar das quatro décadas, ainda tem muito o que fazer: "O  evangelho me chama a cada dia com uma caminhada de amor e solidariedade. Lá no passado encontrei forças para prosseguir. Para tanto, o que me faz seguir e a razão do meu viver é Jesus Cristo. Em seus maravilhosos ensinamentos me fazem ser o Padre Couto, como costumam me chamar". E foi citando Cristo que Couto encerrou seu pronunciamento: "Jesus, com muito amor e carinho, me deu a vida. Me libertou e me liberta dos opressores a cada dia. Me ensina. Me ajuda. Me perdoa. Me ama. Morreu por mim e por todos os seres humanos. Sofrendo a pior dor já existente na história. Tudo isso para que eu e você aprendêssemos o que é amar, ser feliz e compartilhar o bem maior a vida".


      Enviar notícia por e-mail

 
Últimas Notícias

21:32:28
Assembleia concede Cidadania Paraibana à diretora do Hospital de Guarnição
 

18:08:27
TV Assembleia exibe nesta quarta-feira Tributo a Belchior
 

17:53:36
Justiça mantém condenação de ex-prefeito por improbidade administrativa
 

17:40:26
Moro bloqueia imóveis de Lula. Entre eles está a atual residência do ex-presidente